COELHO DE ESTIMAÇÃO

UM COELHO É UM COELHO

A primeira vista parece uma frase boba, mas muitas pessoas não levam em conta esta verdade elementar e, quando compram um coelho para si ou para seus filhos, acham que estão de posse de um bichinho igual a um gato ou um cachorro. Ledo engano!

Passam a exigir do animal atitudes que ele não tem condições naturais de adotar e ao pouco tempo o “doce coelhinho” passa a ser visto como a “terrível praga” e termina na “rua da amargura”, literalmente.
O coelho é um animal muito meigo, com um olhar doce, e pode ser uma excelente companhia sempre que seja aceito como ele é: um coelho.

DIFERENÇA ENTRE ANIMAIS DOMÉSTICOS E ANIMAIS SILVESTRES

Todos os animais possuem a capacidade de desenvolver atitudes através de reflexos condicionados.

Os chamados “animais domésticos”, como os gatos e os cachorros, conseguem através de um correto condicionamento (é mais adequado que aprendizado), adquirir um comportamento que os adapta ao convívio com os seres humanos de maneira a se inserir sem atritos dentro da vida dos seus donos.

Mesmo tendo sua vida determinada pelo instinto, o condicionamento pode estar acima do instinto. Exemplo: os cães treinados pela Policia podem patrulhar uma rua sem sair correndo atrás do primeiro gato que passe pela frente.

Além disso, os animais domésticos têm capacidade de reconhecer as pessoas como pessoas, por isso eles tem a noção de “ter um dono” no caso dos cães, e de “serem donos de alguém”, no caso dos gatos.

Os animais domésticos se ligam às pessoas, as reconhecem e gostam de “fazer parte” da vida delas.

Já os animais silvestres, mesmo assumindo atitudes através de reflexos condicionados, o instinto natural está acima de qualquer condicionamento. É por isso que tigres, leões, lobos e outros parentes próximos de gatos e cachorros, não são freqüentes habitantes de casas de família.

O que todo mundo acha obvio se tratando de leões e lobos, não costuma ser aplicado aos coelhos. Estes animaizinhos pequenos, assustadiços, que não fazem barulho, que mais parecem um bichinho de pelúcia, não dão idéia de vida selvagem, mas eles são animais silvestres que vão atuar sempre de acordo com seu instinto natural.