sábado, 21 de março de 2015

GALERIA DE FOTOS







Nathaly mandou estas fotos das suas fofurinhas.



Carlos tem este lindo casal: Mel uma Nova Zelândia e o Louier um Borboleta.

 Estes são meus coelhos, a amarela é a Mel e o branco é o Louier (se lê Luie), eles adoram brincar no terreno. Amo muito eles por isso fico o tempo todo os observando para não fugirem para o terreno vizinho.
Sei que a Mel é da raça Nova Zelândia, mas não sei a raça do Louier.


O Jhonny Kheuryth mandou fotos dos seus fofinhos, não são lindos? 


Lú e sua coelhinha Mel são velhas amigas do blog, e nos mandaram novas fotos da sua já crescida família:


Passados três anos, a paixão pelos orelhudos só aumentou e a família cresceu. Aos poucos fui inserindo membros novos e estão em paz.
Já tivemos crias lindas. Uma experiência adorável!
Hoje tenho comigo 8 fêmeas e um macho (este castrado e amputado, pois nasceu com problema genético e é meu filhotinho especial).
Me livrei das gaiolas que davam muito trabalho e construí um "coelhódromo" de 4,50m por 2,20m, cercado por tela e onde coloquei três casinhas de madeira que eu mesma desenhei, mandei construir e pintei. Ficou um amor!
Minha Mel, que foi a primeira, não abre mão da liderança; as vezes uma correria aqui e ali, uns pelos pelos ares, mas nada preocupante.
Teu blog foi muito importante para compreender como lidar com eles e sou extremadamente grata por tua dedicação. Deus abençoe tua vida e teu trabalho!
Grande abraço e tenha excelentes dias.

Lú Albuquerque
Pelotas / RS




Micaela de Aurelino Leal, na Bahia nos mandou esta foto:

Juju é calma, doce e uma ótima companheira de estudos, todas as tardes me acompanha nas leituras rrrrsss!!!






Este espaço é para colocar as fotos de todos os fofinhos dos meus leitores.
Se você quer o seu coelhinho aqui no blog, mande uma foto para lilia_arq-coelhos@yahoo.com.br e mande o nome do bichinho e o seu (só o primeiro nome ou apelido que você goste)

Pode escrever alguma coisa sobre seu fofinho.

As fotos vão sair com as legendas que aparecem nestas fotos.





6 comentários:

  1. Olá, eu tenho um coelho de 3 anos, e minha tia tem uma coelha e agora ela não vai poder mais cuidar e quer deixar para mim. Só que eu tenho dúvida quanto a criar um casal de coelhos, como por exemplo cuidar para não estarem sempre procriando porque quero filhotinhos, mas mais de uma ninhada não terei condições de cuidar. Como devo agir? Agradeço desde já (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitória

      Para poder criar o casal com controle da natalidade, eles vão ter que estar separados, separados mesmo, ou seja longe um do outro. Se colocar em cercados separados mas próximos o suficiente para se ver ou sentir o cheiro, o macho vai fazer o possível e o impossível para fugir e entrar no cercado da fêmea. Pode ser cavando por baixo do cercado, pulando (já tive uma coelha que pulava até um metro de altura), ou subir pela tela do cercado.

      Pode optar pela solução de ter uma cria e logo esterilizar ambos, mas ficará sem mais nenhuma cria.

      Abraços

      Lilia

      Excluir
  2. Ola,eu tenho uma coelha. que esta com uma ninhada de 24 dias e os filhotes ja sairam do ninho e começaram a mordiscar a raçao e eu li em um site que se der verduras antes dos seis messes.eles podem morrer,mas capim pode?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, com 24 dias os filhotes já devem se alimentar além do leite da mãe. Os meus começavam a morder o capim assim que abriam os olhos e saiam do ninho.

      Eles podem comer o capim que colocou para a mãe, cenoura e folhas verdes escuras, apenas evite as verduras claras e frutas que podem dar diarreia.

      Abraços

      Lilia

      Excluir
  3. Alguém me ajuda! Minha coelha pariu pela terceira vez e os filhotes não sobrevivem! Acho que ela tb não tem leite! O que fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Tenho recebido muitos comentários sobre filhotes que não sobrevivem e sempre é a mãe que é apontada como vilã: não tem leite, não amamenta, rejeita, etc

      Podem ser muitos os fatores para os filhotes não sobreviver.

      1- calor o frio excessivos
      2- ninhos úmidos
      3- doenças
      4- ataque de animais nocivos
      5- e também a falta de leite da mãe

      Aqui só perdi uma ninhada. A mãe estava com eimeira e eu só descobri dias antes do parto, passei a dar o remédio e salvei a mãe mas os filhotes morreram um a um começando pelos mais gordinhos (mamavam mais)e a doença se transmitiu pelo leite.

      A higiene é importante, gaiolas e coelheiras devem ser limpas todos os dias, usando desinfestantes especiais vendidos em pet shop ou água sanitária. Os canecos de água tem que ser limpos todos os dias para evitar o acúmulo de bactérias.

      Em relação a falta de leite da mãe, tem que deixar sempre um bom caneco de água limpa, sem água ela não pode produzir o leite. Pode dar folhas de brócolis bem lavadas, o brócolis é uma boa fonte de cálcio.

      Veja se não tem possibilidade de ratos e outros predadores entrarem no ninho.

      Abraços

      Excluir

Bem vindo ao blog.

Faça parte da nossa galeria de fotos, envie uma ou mais fotos dos seus coelhos com um comentário para o e-mail: lilia_arq-coelhos@yahoo.com.br
As fotos serão produzidas e publicadas junto com seu texto.

Todos os comentários são verificados antes de publicar por isso pode demorar até aparecer no blog.

Antes de fazer alguma pergunta, veja se o tema não foi já tratado nas páginas para evitar o acúmulo de comentários.

Obrigada pela visita.